Super Fruits Slot

SUV de entrada da marca terá atualização da mecânica no Brasil, mas não em todas as versões

 

Além da chegada de KwideOroch reestilizados, a Renault terá outras atualizações importantes na sua gama em 2022. Uma delas será a chegada do motor 1.3 TCe turboflex do Captur 2022 à gama do Duster 2023.

Lançada em 2020, a segunda geração do Renault Duster estreou somente com o motor 1.6 SCe flex de 120/118 cv, podendo ser acoplado ao câmbio manual de cinco marchas ou automático do tipo CVT com simulação de 6 marchas. No Duster 2023, estas opções continuarão disponíveis para as versões Zen (MT e CVT) e Intense (CVT). Já a topo de linha, Iconic, será a única com o novo conjunto mecânico emprestado do Captur 2022.

Importado da Espanha, o novo motor 1.3 TCe flex desenvolve 170 /162 cv de potência (E/G) entre 5.500 e 6.000 rpm e 27,5 kgfm de torque entre 1.600 e 3.750 rpm com qualquer um dos combustíveis. Como no Captur, o câmbio será um novo automático do tipo CVT, preparado para suportar o torque extra, com 8 marchas simuladas. Ao contrário do Duster vendido na Argentina (que é importado da Colômbia), o modelo brasileiro continuará sem opções de tração 4×4 ou câmbio manual com o motor turbo.

Ainda atual, o Duster não terá a atualização de estilo do modelo europeua partir da chegada do novo motor – a mudança só deverá ocorrer em 2024. Outro aspecto que não terá novidades até o lançamento da reestilização é a lista de equipamentos. Segundo apuramos, o Duster continuará sem a opção de mais airbags além do par de bolsas frontais (obrigatórias por lei). Atualmente tabelado a R$ 115.290, o Duster Iconic deverá ter preço mais próximo do Captur básico (R$ 126.690) quando estrear o novo motor 1.3 TCe.

Fotos: Divulgação

Share This
Super Fruits Slot Mapa do site