Super Fruits Slot

VW Amarok investimento argentina

Mantendo a atual geração, de 2010, a Amarok ganhará apenas atualizações visuais e de equipamentos, prevista para estrear em 2024

 

O Grupo Volkswagen anunciou investimentos de US$ 250 milhões em suas operações na Argentina até 2026. Esse aporte será destinado à renovação da picape média Amarok, feita na fábrica General Pacheco, além de permitir o início da montagem das motocicletas Ducati em Córdoba e ser empregado em um projeto de localização de peças para o SUV Taos.

A empresa reforça que já investiu mais de US$ 1 bilhão no país nos últimos anos, empregados na modernização dos centros industriais, na produção e exportação da caixa de transmissão MQ281 em Córdoba, em uma nova planta de pintura, no novo Centro Logístico de Fátima e no início da produção e exportação do Taos, feito em Pacheco.

“A Argentina é um pilar importante para a Volkswagen América Latina. Com este novo investimento, continuaremos fortalecendo nossa marca na região, com modelos cada vez mais adaptados às necessidades de nossos clientes”, disse Pablo Di Si, chairman executivo da Volkswagen América Latina. “Iniciar a montagem das motocicletas Ducati em Córdoba é uma grande alegria, pois o Grupo Volkswagen Argentina será a primeira subsidiária do Grupo VW no mundo a fazê-lo.”

O modelo Ducati escolhido é o Scrambler Icon, que começará a ser produzido no final de 2022 para abastecer o mercado local.

Ducati investimento argentina

Nova Amarok

Segundo o comunicado oficial divulgado, a picape Amarok ganhará atualização visual, além de receber novos equipamentos de segurança e tecnologia. Ou seja, será mantida a atual geração, lançada em 2010. A tão aguardada segunda geração que foi desenvolvida junto com a nova Ford Ranger está descartada para o nosso mercado. Para VW, o objetivo é que a reestilização permita à picape uma sobrevida de mais alguns anos, prevista para chegar ao mercado em 2024, conforme publicou o site Motor1 Argentina.

“No momento, não vamos trazer a nova geração da Amarok fabricada na África do Sul. Tampouco temos planos de produzi-la localmente. Teremos mais 10 anos da atual Amarok em Pacheco, que seguirá sendo produzida para abastecer a Argentina e a região. O acordo com a Ford para produzir a nova geração da Amarok é parte de um acordo global para que as empresas se ajudem mutuamente. E ele está indo muito bem a nível mundial, mas aqui decidimos encarar outro caminho”, disse Pablo Di Si, Chairman Executivo da Volkswagen América Latina, ao site argentino.

O executivo também descartou a produção local da Tarok, afirmando que a capacidade produtiva na Argentina já está totalmente ocupada, tornando isso impossível. Questionado sobre fabricá-la então no Brasil, Di Si alegou que há outros projetos para o país, como a nova família de compactos que irá estrear com o Polo Track em 2023.

 

Fotos: Divulgação

Share This
Super Fruits Slot Mapa do site